terça-feira, 24 de novembro de 2009

EU sou uma mãe Má

Recebi esse texto por email, e achei maravilhoso.

Eu pretendo ser cada vez mais Má para os meus filhos! hahaha!(imaginem uma risadinha de bruxa malvada).

Não gente, eu não surtei e por favor não chamem o Juizado de Menores rsrsrs, leiam o texto abaixo e entenderam.

nov2000-f82

 

MÃE MÁ


“Um dia quando os meus filhos forem crescidos o suficiente para entender a lógica que motiva os pais e mães, eu hei de dizer-lhes:


- Eu os amei o suficiente para ter perguntado aonde vão, com quem vão e a que horas regressarão.


- Eu os amei o suficiente para não ter ficado em silêncio e fazer com que vocês soubessem que aquele novo amigo não era boa companhia.


- Eu os amei o suficiente para fazer pagar o que roubavam do supermercado ou revistas do jornaleiro, e vos fazer dizer ao dono: “Nós pegamos isto ontem e queríamos pagar”.


- Eu os amei o suficiente para deixar que vissem além do amor que eu sentia por vocês, o desapontamento e também as lágrimas nos meus olhos.


- Eu os amei o suficiente para ter ficado em pé, junto de vocês, duas horas, enquanto limpavam o seu devido quarto, tarefa que eu teria feito em 15 minutos.


- Eu os amei o suficiente para deixar assumirem a responsabilidade das teus atos, mesmo quando as penalidades eram tão duras que me partiam o coração.


Mais do que tudo, eu os amei o suficiente para dizer NÃO, quando eu sabia que vocês poderiam me odiar por isso (e em alguns momentos até odiaram).


Estas eram as mais difíceis batalhas de todas.

Estou contente, venci... Porque no final vocês venceram também!

E qualquer dia, quando os meus netos forem crescidos o suficiente para entender a lógica que motiva os pais e mães; quando eles lhes perguntarem se a sua mãe era má ? Os meus filhos vão lhes dizer:

scolding_by_Racebabe

 

Sim, a nossa mãe era má. Era a mãe mais má do mundo...

As outras crianças comiam doces no café e nós só tinhamos que comer cereais, ovos, torradas.

As outras crianças bebiam refrigerante e comiam batatas fritas e sorvetes no almoço e nós tinhamos que comer arroz, feijão, carne, legumes e frutas.

Tinha que saber quem eram os nossos amigos e o que nós fazíamos com eles.

Insistia que lhe disséssemos com quem iamos sair, mesmo que demorássemos apenas uma hora ou menos.

Ela insistia sempre conosco para que lhe disséssemos sempre a verdade e apenas a verdade.

E quando éramos adolescentes, ela conseguia até ler os nossos pensamentos.

A nossa vida era mesmo chata!

Ela não deixava os nossos amigos tocarem a buzina para que saíssemos; tinham que subir, bater à porta, para ela os conhecer.

Enquanto todos podiam voltar tarde tarde da noite com 12 anos, tivemos que esperar pelos menos 16 para chegar um pouco mais tarde, e aquela chata levantava para saber se a festa foi boa (só para ver como estávamos ao voltar).

Por causa da nossa mãe, nós perdemos imensas experiências na adolescência.

- Nenhum de nós esteve envolvido com drogas, em roubo, em atos de vandalismo, em violação de propriedade, nem fomos presos por nenhum crime.

FOI TUDO POR CAUSA DELA!”


Agora que já somos adultos, honestos e educados, estamos fazendo o melhor para sermos “PAIS MAUS”, como a minha mãe foi.

EU ACHO QUE ESTE É UM DOS MALES DO MUNDO DE HOJE: NÃO HÁ SUFICIENTES MÃES MÁS!

Aquelas que já são mães, que não se culpem, e aquelas que serão, que isso sirva de alerta!

                                                 *****

Eu tive uma mãe má, é não era nossa que má, mas ela era má sim!

Eu sou muito grata a ela por ser quem eu sou hoje.

E seguirei o exemplo dela , serei ainda mais má, para meus filhos.

Pois eu os amo muito para ser boazinha.

E você é uma mãe má ?

Beijocas

8 comentários:

patricia disse...

EU JÁ TINHA LIDO ESSE TEXTO EM ALGUM LUGAR,MAS CONCORDO EU SOU UMA MÃE MÁ SIM....MEUS FILHOS VIVEM DIZENDO ISSO PORQ EU NÃO OS DEIXO IR BRINCAR NA RUA E POR OUTRAS COISAS,Q A GENTE SABE Q TEM RISCOS,MAS ELES NÃO TEM NOÇÃO DO PERIGO EU TB JÁ FUI ASSIM,E TIVE UMA MÃE MUITO MÁ E HJ AGRADEÇO ELA POR ISSO,COMO DIZ O DITADO ANTES ELES CHORAREM DO Q AGENTE,O MUNDO TA PERDIDO TEMOS Q SER MÃES MÁS SIM...
PELO GRANDE AMOR Q TEMOS PELOS NOSSOS FILHOS!!!!!!!!!

Môni Loureiro disse...

eu tbm quero ser cada dia mais má
hahahaha
Beijos
adorei!

Luciana Klopper disse...

Eu amo poder e ter punho pra ser uma mãe má

Marcia Moreira disse...

rsrsrs, gostei do texto, e pra dizer a verdade minha mãe foi a mãe mais má de todos os tempos... e olhe que mesmo assim consegui aprontar algumas!!! E hj sou grata a ela por esse comportamento "mau" e por isso mesmo já sou uma má mãe para os meus filhos (isso pq eles ainda são novinhos... rsrs), o pessoal de casa diz que eu sou chata... rsrs, sei que é por uma boa causa. Espero ser assim até um dia eles me agradecerem por ser uma mãe má... háháhá...

Amanda Zanqui disse...

Quando eu me tornar uma mãe serei "má" também! rsrs respondi seu email. Beijocas

Ci disse...

adorei vou mandar pra algumas pessoas... estao precisando ler isso! beijos

Fabiana disse...

Pam,
Vim agradecer a visita no meu blog!
e aproveitei para dar uma xeretada no seu...rs..rs..
Adorei, e já estou seguindo.
Me identifiquei muito, porque adoro ler outros blogs, que também fale de família, filhos, dia a dia, etc
para trocarmos experiencias, e ver existem pessoas que realmente falem a mesma língua que a sua, porque as vezes, não consigo compreender as pessoas.
E ja posso te adiantar, que apesar dos meus filhos serem pequenos, eu sou uma mãe má, também..rs..rs
bjs

devaneios domésticos disse...

Oi Pam!!! Vim agradecer a sua visita lá em casa. Espero te ver muito por lá tá!!!! Achei o máximo, somos vizinhas!!!! Moro em Suzano sabia!!!!
Já estou te seguindo!!!!
Bjks,
Fernanda