sábado, 5 de dezembro de 2009

Pulseiras do Sexo! Ahn?

Quem descobrir onde vende uma cúpula de vidro para colocar crianças, me falem por favor! Hahaha, como se adiantasse algo.

Estou assustadíssima de como andam as coisas no mundo (medrosa, lembra?).

Já tinha ouvido esse assunto das minhas irmãs, que tem filhas, mas não tinha dado a devida importância.

Hoje eu vi uma matéria na tv, e me assustei com o que essas ditas: “Pulseiras do Sexo” representam um jogo que começou na Inglaterra, quem usa as tais pulseiras, corre o risco de ter que fazer o que cada cor delas representam, se um garoto conseguir arrebenta-lá.

Shag-Bands Essa pulseiras são bem finas propriamente para arrebentar, cada cor representa um ato:

Amarela – abraço no garoto

Rosa – mostrar os seios

Laranja - dentadinha de amor

Roxa - beijo com a língua

Vermelha - lap dance ( dança erótica )

Verde - sexo oral a ser praticado pelo rapaz

Branca - a menina escolhe o que lhe acariciar

Azul - sexo oral a ser praticado pela menina

Preta - sexo propriamente dito

Dourada – todas as outras acima

 

Gente eu não sou quadrada, já fui adolescente e adorava essas modinhas de pulseiras e acessórios que todo mundo usava.

Essa brincadeira, lembra aquela brincadeira da salada mista (nunca brinquei, gente verdade).

Mas é algo muito mais sério, a infância e adolescência de hoje, está sendo bombardeada por todos os lados pela sexualidade precoce.

Li em vários blogs e sites, que pessoas tem opiniões diferentes quanto ao sensacionalismo que se tem feito em cima desse assunto, umas acham que não tem nada a ver, e outros se mostram bem preocupados, na grande maioria são pessoas que já tem seus filhos.

Mas o caso é que realmente, até uns meses atrás as crianças usavam e realmente não tinha nada a ver, até ser divulgado pela mídia o significado desse jogo sexual.

Por mais que agora digam que não tem nada a ver, as crianças e adolescentes que olharem já saberão o tal significado e de uma certa forma isso instiga a curiosidade.

Em um dos blogs que visitei em um comentário, um garoto disse:

Nada a ver, mas quem continuar usando é menina safada! ( é isso o que eles pensam ).

Eu temo muito pelo o que anda acontecendo com a adolescência de hoje, tudo anda muito mudado, as famílias já não são como antes, pais se separam e filhos vivem largados nas mãos de empregadas, escolas, e o tempo em que os pais estão com eles se sentem culpados pela ausência e esquecem dos limites e princípios que as crianças precisam ter.

A Ná do blog Pensamentos da Ná, fez um post maravilhoso, que complementa um pouco do que estou falando, veja aqui.

Eu sou sim uma mãe muito preocupada com a educação dos meus filhos, e se eu pudesse os manteria mesmo em uma redoma de vidro, onde nada pudesse atingi-los, mas não é assim que as coisas funcionam.

Nós pais, precisamos fazer a nossa parte, e além do amor e carinho, também precisamos saber impor limites, dizer não quando tem que ser dito e ensinar princípios, a diferença entre o bem o mal, o certo e o errado.

No meu caso ( sou cristã ), e quero muito que meus filhos conheçam a Deus e por amor a Jesus, decidam pelo certo, minha obrigação é ensina-los e mostra-los a verdade, para que quando eles crescerem sejam homens de Deus, íntegros e honestos, mas porque ele aprenderam e conheceram a verdade.

Provérbios 22:6
Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele.

Você tem filhos?

Deixaria sua filha ou filho usar essas pulseiras?

Fiquem em Paz

Beijocas

13 comentários:

andreia inoue disse...

ola queridona,
nao estava sabendo dessa nova onda,
eu conhecia umas pulseiras coloridas que quando sai do brasil, estava fazendo sucesso, cada cor representava algo importante feito o combate ao preconceito,...sei pq na epoca o filho de uma amiga minha queria a todo custo comprar,
acredito q com o tempo eles mudaram o significado para esse jogo sexual,
infelizmente hj en dias as criancas estao tendo acesso cada vez mais cedo a conteudo que nao é para fazer parte do universo infantil.
beijao.

Môni Loureiro disse...

Menina! Morri agora!!!
Minha irmã fará 15 anos no próximo sabado dia 12 e ela estava com 3 pulseirinhas preta no braço, chamei ela para ver e ela ficou pasma, jogou as dela fora (ainda bem rsrsrsrs) jurou que não sabia disso, mas achou melhor não correr o risco de julgarem ela.
O que acontece com essas criaturas? onde está o juízo e aquela história de ser com alguém especial?
Beijinhos

Beta disse...

Menina quando eu li esta matéria simplesmente não acreditei!
Como pode uma coisa dessas???

Bj
Beta

Marcia Moreira disse...

Menina... é o fim dos tempos, né? Vai passar uma matéria sobre esse assunto Domingo na Record no Domingo Espetacular... Espero ter oportunidade de assistir a matéria...

Thá Salzgeber disse...

Prima, não sabia dessa "nova moda".

Onde as coisas vão parar?? Absurdo!!

Ainda bem que meus priminhos têm uma mãe tão dedicada como você.. isso me alivia, de verdade!!

Um beijão.

Luciana Klopper disse...

Pam, to apavorada o mundo tá perdido..o que faremos?

Tri disse...

Pam qdo li seu post uns dias atrás não deu para comentar. MAS fiquei pasma com essa história! Aonde esse mundo vai parar???
beijo beijo
Tri

Pam Salzgeber disse...

Pois é meninas, só Jesus para cuidar das nossa crianças.

Beijocas

Ná! disse...

Oi Pam, meina isso vai render um post lá nos Pensamentos.


Beijos.
Ná!

Elaine disse...

Pam,
Eu preferiria que uma filha minha não usasse. Acho que não tem nada a ver, mas e os outros? Será que não vão ficar enchendo a garota por conta das tais pulseiras? É uma pena que tenha sido divulgado, pois tira sim um pouco da inocência da meninada.
Tempos duros esses, onde tudo tem conotação sexual. Atá para crianças de 6 anos...
Beijos, querida.

Tathyana disse...

Na nossa época era a salada mista a brincadeira do momento rsss. Mas hoje em dia as coisas tomaram proporções estrondosas. É uma verdadeira falta de valores, falta de limites e do que fazer. Os pais são os culpados. Terceirizam a educação, a mulher sai casa pra disputar lugar no mercado de trabalho e os filhos ficam totalmente à vontade pra fazer o que der na telha. Lamentável.

Beijossssssssssss

Danny Mou disse...

Minha filha de 8 anos estava usando estas pulseiras, pois ganhou das amigas. Só fiquei sabendo do significado na 6ª feira passada, na reunião de Pais & Mestres. Muitas mães, como eu, estavam surpresas!

As pulseirinhas foram abolidas aqui de casa. Conversei com minha filha e ela entendeu direitinho que se tratava de uma "brincadeira inapropriada".

Beijos, adorei o blog! ;o)

Fabiana disse...

Pam,
Confesso para você, que a primeira vez que ouvi essa história de uma amiga, falei que é alguém que jogou essa história na internet, para ver se pegava.....
Só que a coisa começou a ficar maior e maior....
E eu proibi minha filha de 10 anos de usar as pulseirinhas que ela adorava colecionar e trocar com as amigas.
e nessa horas, eu pergunto: como explicar isso, para uma menina de 1o anos?
bem, nem precisei, pois na escola já se encarregaram disso.
bjs